CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Enêude Soares
Voando na inspiração
Textos


A VIOLENCIA CONTRA A MULHER!

01
Deus foi muito generoso
Quando o mundo ele fez
Do homem fez a mulher
E fez um de cada vez
Para o homem ser feliz
Mas o diabo pôs o nariz
E o homem tudo desfez
02
Era pra ser só felicidade
Mas virou foi um tormento
A mulher sendo submissa
Se uniu ao movimento
Pra defender a igualdade
Propondo uma paridade
Pra viverem o casamento
03
Porem o homem egoísta
Não aceitando dividir
A cumplicidade do casal
Começou a destruir
Sem respeito e sentimento
Tornou-se um ciumento
E sua amada foi agredir
04
Falo da mulher brasileira
A que mais vem sofrendo
Tantas mortes e agressões
Dia a dia estamos vendo
O brasileiro é um agressor
E sem ter um defensor
A mulher está morrendo
05
O romântico saiu de moda
As rosas perderam o valor
Os recadinhos singelos
Entregues com uma flor
No tempo ficaram esquecidos
Nunca mais foram recebidos
Por quem tanto dar amor
06
Vejo na beleza feminina
Algo tão espetacular
Que não entendo o porque
De o homem a querer matar
É a falta de tolerância
Somado à ignorância
De quem não sabe amar
07
Minha amada eu zelo bem
Dou a ela muito carinho
Vivemos em cumplicidade
Zelando do nosso ninho
Caminhando lado a lado
Pelo respeito amparado
Seguindo o mesmo caminho
08
Mas olhando a estatística
Eu fiquei mais entristecido
Por ver que essa violência
A cada ano tem crescido
E por este Brasil a fora
Vi que a cada meia hora
Uma mulher tem morrido
09
A prevalência da violência
É sinal que nada foi feito
A impunidade é visível
A justiça age sem efeito
Sem segurança ela implora
Curando as ferida ela chora
E segue impune o sujeito
10
O medo já toma conta
Ela só anda assustada
Pra evitar outra agressão
Fica de boca calada
Com o medo de morrer
Ela tem medo de dizer
Porque não é amparada
11
Em um mundo evoluído
Seu povo não pode aceitar
O comportamento tão cruel
Esta violência tem que acabar
A mulher é livre para viver
Também é livre para escolher
Com quem deve se casar
12
Ao homem sabido só resta
Fazer seu papel masculino
Sem querer se achar maior
Do que o sexo feminino
Espero ter dado o recado
Não dá pra ficar calado 
Assim estes versos termino
 
Fonte de pesquisa: Folha de são Paulo/www.uol.com.br
Eneude Soares
Enêude Soares
Enviado por Enêude Soares em 05/08/2018
Alterado em 05/08/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Que seja utilizado o nome do autor da obra na sua divulgação.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários