CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Enêude Soares
Voando na inspiração
Textos


Chacina da Candelária; 25 anos - Nada a comemorar!

Oh lembrança maldita, eu preferia de ti não lembrar
Um ato de pusilanimidade, não podia mesmo esquecer
Não temos nada a comemorar, uma lista que faz crescer
Crime sem punição, Doutora Yvonne sinônimo do cuidar.
 
Oh candelária acolhedora, até xeretas algoz tu recebeu
E tu perdeste oh candelária;  os Paulo, Anderson e Marcelo
O Miguel, Valdivino, o Gambazinho, Marcos; eram seu elo
Teus filhos, naquela noite cinzenta e fria, o mal os abateu
 
Os vinte e cinco anos, candelária; não terminam nossas dores
Sobrevividos não viveram,  tão frágeis e carentes de amores
Foram acolhidos pelos ensinamentos que as ruas te ensinavam
 
Desfruto de uma sociedade capaz, de não cuidar do seu ser
Criando tantos “Manchas” preparados para matar e morrer
Oitos estrelas guia oh candelária! Anjos que na terra habitavam.
 
Enêude Soares
Enviado por Enêude Soares em 22/07/2018
Alterado em 22/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Que seja utilizado o nome do autor da obra na sua divulgação.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários