CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Enêude Soares
Voando na inspiração
Textos

o emprego do "Q"
   Bisbilhotando meus arquivos encontrei este texto produzido por mim a 11 anos, era um momento critico que nosso pais passava, (crise politica corrupção; mesmice) achei por bem publica-lo  nos moldes originais, para o leitor ver que nada mudou.                                                                                              
                                                    

                                                  
O “ Q ” não faz diferença, é apenas um questionamento que vai valer a opinião de quem fala ou sensibilidade de quem vai ouvir.  Seguir em frente seria preciso a presença de pelo menos uma outra pessoa, para o dialogo não ficar monologo, ou teria que criar alguns personagens e abri uma comunicação entre eles, então nesta hora já estaria criando uma historia que poderia tornar-se um peça de teatro ? veja que o “Q” veio a tona.
Pois bem, faço a primeira pergunta do Q. a você  leitor,  que vou chamar de “Chico”

- Então Sr. Chico, o que você achou do Sr.  Sanguessuga ter sido indicado para comandar o ministério da Fazenda e planejamento em Brasília ?  
- Veja bem Sr. Mensalão, não concordo em nada com esta indicação, acho que o mais indicado seria a Sra. CPI .
- Más por que a Sra. CPI ?
- Porque entendo que a Sra. CPI, fará  neste ministério um trabalho complexo pregresso e inacabado, após sua gestão todos sairão desentendidos e irão comer muita pizza até o próximo pleito.
- Tudo bem achei legal o seu questionamento, mas uma coisa me intrigou ! porque me chamou de mensalão, se você sabe muito bem o meu nome?
- Desculpe, falei só para te proteger.
- Não entendi ainda ?
- É que Mensalão, sanguessuga, mensalinho, cpi, corrupção, todos lá em Brasília já se acostumaram com estas palavras. Más se eu falasse Hernesto,( seu nome)  iria parecer com Honesto, e esta palavra causaria um alvoroço na esplanada  e eles chamariam até o exercito para capturar este intruso, que estaria colocando em risco, todo um sistema operacional de evasão de divisa, daquela organização, comandada pelos homens que foram votados por nós, quando um dia juraram ser nossos representantes e serem um Hernesto. Entendeu o por QUE ?

Por José Soares   -   Colinas 10 de setembro de 2006.

Atualizado: Eneudo Soares.
Enêude Soares
Enviado por Enêude Soares em 19/12/2017


Comentários